7 de março de 2016

BOLETIM DIÁRIO DA CNBB - 07/03/2016

Curso à distância “Rota 300” recebe inscrições

 

A formação é destinada a jovens e adultos interessados na missão e evangelização

Em vista da preparação para a 1ª Romaria Nacional, dias 9 e 10 de abril, em Aparecida (SP), a Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB oferece curso online “Rota 300”. A formação aborda as diretrizes da Ação Evangelizadora da Juventude no Brasil, a partir de três eixos: missão; assessoria/capacitação e estruturas de acompanhamento. O curso é gratuito, com aulas ministradas pelo bispo de Caxias (MA) e presidente da Comissão para a Juventude, dom Vilsom Basso, e pelo  assessor da Comissão, padre Antônio Ramos do Prado. A metodologia do “Rota 300” está organizada em quatro videoaulas, com apostilas e avaliação final.  O curso é resultado da parceria entre a Comissão para a Juventude com a setor de Educação à Distância da Rede Século 21 (EAD Século 21).  Podem se inscrever jovens e adultos interessados na missão e evangelização da juventude. Acesse o site: www.eadseculo21.org.br/ead

..........................................................................................................................

 

Projeto Prevenir chega a mais sete cidades do regional Nordeste 1

 

Iniciativa já passou por 78 municípios

 

A Pastoral da Sobriedade do regional Nordeste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizará, entre os dias 7 e 11 de março, o projeto “Prevenir”, que busca a prevenção às drogas, em sete cidades cearenses. Com o tema “Jovem seja livre, curta a vida sem drogas”, a iniciativa chega a Acopiara (CE), Cariús (CE), Catarina (CE), Iguatu (CE), Jucás (CE), Orós (CE) e Quixelô (CE).  Segundo informações da Pastoral no regional, o projeto existe há cinco anos no Ceará e já passou por 78 municípios. Em 2016, o objetivo é lançar o Prevenir em mais 25 cidades e também em 100 escolas. De acordo com a coordenação, a prevenção ao uso de drogas é a primeira frente de trabalho da Pastoral da Sobriedade e sua aplicação nas atividades visa indicar uma ação antecipada, baseada no conhecimento que se tem das causas de uma doença. Ainda, conforme informações da Pastoral da Sobriedade do Nordeste 1, pesquisas indicam o aumento do uso de drogas, mas principalmente, apontam a necessidade de planejar ações preventivas adequadas ao grupo alvo. A prevenção é dirigida ao público que nunca experimentou drogas e àqueles que já as experimentaram sem terem se habituado ao uso ou fazem uso esporádico.  Além da prevenção, são frentes de trabalho da Pastoral a intervenção, a recuperação, a reinserção social-familiar do dependente e a atuação política.
Com informações da Pastoral da Sobriedade do regional Nordeste 1.

..........................................................................................................................

 

Papa Francisco inicia retiro espiritual da Quaresma

 

Durante esse período, estão suspensos compromissos e audiências no Vaticano

 

Os exercícios espirituais da Quaresma reúnem o Papa Francisco e membros da Cúria Romana, em momentos de oração e meditação. Este ano, a temática é introduzida pela passagem do Evangelho de João: “Jesus voltou-se para trás e, vendo que eles o seguiam, perguntou-lhes: “Que procurais?”  (Jo, 1, 38). O retiro acontece, de 6 a 11 de março, na Casa do Divino Mestre de Ariccia, nas proximidades de Roma. Ao todo, dez perguntas conduzem os exercícios espirituais, guiados pelo sacerdote da Ordem dos Servos de Maria, padre Ermes Ronchi. No domingo, 6, houve período de oração eucarística e oração das vésperas. A programação diária inicia com as laudes, logo pela manhã.   Durante o retiro, ficam suspensos todos os compromissos e audiências do Papa Francisco, no Vaticano. 

 

Pai Misericordioso

 

No Angelus, dia 6, na praça de São Pedro, o Papa Francisco meditou sobre a passagem bíblica “Filho Pródigo”. Na ocasião, disse que a Quaresma revela o coração de Deus, o Pai Misericordioso. “Um homem sempre pronto a perdoar e que espera. É com tolerância que aceita a saída do filho de casa.Assim age Deus conosco, deixa-nos livres, mesmo de errar, porque criando-nos deu-nos o grande dom da liberdade”, explicou o papa.  Ainda, na meditação, recordou que a figura do pai na parábola revela o coração de Deus. “Ele é o pai misericordioso que em Jesus nos ama para além de qualquer medida, espera sempre a nossa conversão cada vez que erramos”.  Ao final da oração, Francisco expressou proximidade com as Missionárias da Caridade pela assassinato de quatro religiosas em Aden, no Yemen onde assistiam a idosos.  “Rezo por elas e pelas outras pessoas mortas no ataque e pelos familiares. Madre Teresa acompanhe no paraíso estas suas filhas mártires da caridade e interceda pela paz e pelo sagrado respeito pela vida humana”, desejou o papa.  Antes da bênção, pediu aos fiéis que rezem pelos frutos do retiro espiritual da Quaresma, que participa com membros da Cúria Romana. 
CNBB com informações e fotos da Rádio Vaticano. 

..........................................................................................................................

 

90 anos do Seminário Santo Antônio

 

Dom Gil Antônio MoreiraArcebispo de Juiz de Fora (MG)

Entre os ensinamentos de Jesus aos seus discípulos, destaca-se lugar privilegiado às lições de misericórdia. Expressões do Divino Mestre como “Sede misericordiosos como vosso Pai é misericordioso”, equivalem a outras semelhantes como roteiro de vida: “Sede perfeitos como vosso Pai Celeste é perfeito” e ainda “Sede santos como vosso Pai Celeste é santo”.  Tais lições se destinam a todos os que nele creem, mas têm lugar especialíssimo para a vida dos que se consagram ao sacerdócio.  Nosso Seminário Santo Antônio comemorou 90 anos de fundação no dia 1º de março último, tendo sido fundado pelo primeiro bispo, Dom Justino José de Santana (1924-1958). Organizou-o de forma excelente, como Seminário Menor, recebendo alunos para os cursos ginasial e científico. Para a filosofia e a teologia, os perseverantes eram enviados ao histórico Seminário Maior São José de Mariana. Nestes dois celeiros de vocações, foram formados centenas de bons padres, autênticos discípulos do Bom Pastor e Mestre da Misericórdia, dos quais vários ainda convivem conosco e são modelares para os padres mais jovens e seminaristas de hoje.  Em 1969, Dom Geraldo Maria de Morais Penido (1958-1976), primeiro Arcebispo Metropolitano, fundou o Seminário Maior em Juiz de Fora, iniciando com o curso de filosofia e, em 1981, Dom Juvenal Roriz inaugura o curso de teologia. Estas novas fases foram motivadas pelas inovações do Concílio Vaticano II (1962-1965), marcando fortemente o crescimento espiritual e pastoral de alunos da Arquidiocese local e outros pertencentes a outras dioceses e a várias congregações religiosas. Segundo as orientações comuns da Igreja em todo o universo, e em particular em nosso país, a formação passou a primar pelos quatro grandes pilares: formação espiritual, formação intelectual, formação humano-afetiva, e formação pastoral. Centrado no eixo integrador da pastoral, o Seminário se destacou pela preocupação com as periferias, antecipando as atuais orientações de Papa Francisco.  Sem dúvida, devemos elevar agradecimentos a numerosas pessoas que nestes 90 anos compuseram o corpo docente, o quadro dos funcionários e colaboradores desta escola do evangelho, porquanto dedicaram trabalhos incansáveis na preparação de diáconos e presbíteros. Como símbolo de gratidão a esta boa gente que dignifica a história eclesiástica local, é justo destacar os nomes dos reitores:

01°) Côn. Afonso Daniel Intrieri (1926-1927);
02°) Côn. Raimundo Rodolfo Corrêa (1927-1928);
03°) Pe. Francisco de Paula T. Salgado (1928-1930);
04°) Pe. Vicente Sombrok (1930);  
05°) Pe. João Maria Riolo (1930);
06°) Mons. Cícero Portela (1930);
07°) Pe. Demerval Gomes (1930);
08°) Pe. Saturnino Casas (1930);
09°) Pe. Abílio Mendes (1930);
010°) Pe. José Leite (1931-1933);
11°) Pe. Apolônio Rodrigues (1933-1934);
12°) Pe. José Ferrer d’ Afonseca (1934-1945);
13°) Pe. José Eugênio Corrêa (1945-1947);
14°) Pe. Wilson Vale da Costa (1949-1952);
15°) Côn. Antônio Pacheco (1952);
16°) Mons. Luiz de Freitas Pires (1952-1978);
17°) Mons. Osvaldo Ribeiro Lage (1979-1984);
18°) Pe. Eduardo Benes de Sales Rodrigues (1985-1988);
19°) Pe. Walmor Oliveira de Azevedo (1989-1998);
20°) Pe. Geraldo Dondici Vieira (1998-2003);
21°) Pe. João Justino de Medeiros Silva (2004-2011);
22°) Pe. Geraldo Dondici Vieira (2012 -...).

Agradecimentos sejam levantados a Deus por todos os benefícios e pela força dada nos momentos difíceis, além de súplicas para que continue assistindo à formação de novos discípulos e missionários da misericórdia para hoje e amanhã, em favor do Povo de Deus. 

 

http://www.cnbb.org.br/home-1/ultimas-noticias

 

Assessoria de Imprensa da CNBB  
SE/Sul Quadra 801 Conjunto B
E-mail: imprensa@cnbb.org.br
Site: http://www.cnbb.org.br
Tel: (61) 2103-8313
Fax: (61) 2103-8303

 


Postado neste portal por: Italo Rodrigues 

Nenhum comentário:

Postar um comentário