21 de julho de 2016

Os frutos da Renovação Carismática – RCC

Também nós, hoje, se quisermos ser, de fato, cristãos, isto é, “imitadores de Cristo”, temos que ser renovados pelo Espírito Santo e sermos movidos por Ele. São Paulo diz que: “Quem não tem o Espírito de Cristo, este não é de Cristo” (Rom 8,9).
“Sereis batizados no Espírito Santo” (At 1,4-5), disse Jesus; e isto acontece hoje em toda a face da terra. Não se trata de um novo Sacramento, mas da “renovação” do mesmo Espírito que já recebemos no batismo e nos demais sacramentos.
Beba dessa “água” divina, que brota dos rios de água viva do Coração de Jesus aberto na cruz.
“Quem crer em mim, como diz a Escritura: do seu interior manarão rios de água viva ( Zac 14,8; Is 58,11). Dizia ele isto, referindo-se ao Espírito que haviam de receber os que cressem nele” (Jo 7,37-39).
A grande maravilha que Deus está fazendo na sua Igreja, por meio da Renovação Carismática Católica, é renová-la no Espírito Santo. Ela não é um novo movimento, mais um movimento; não; é como disse o Pregador do Papa, frei Raniero Cantalamessa: “uma corrente de graça que atravessa toda a Igreja e a  renova”.
Quem não se fechar a esta chuva de graças, poderá experimentar uma religião viva, não ritualista, mecânica, sem vida e sem sentido. Será um cristão novo, renovado.
D. João Evangelista Martins Terra, Bispo auxiliar de Brasília, no seu livro “Carismas em São Paulo” ( Ed.Loyola-1995), chega a afirmar, entre outras coisas: “A Renovação Carismática é a grande esperança de  salvação da sociedade neste final de milênio”.
Tratando-se de palavras de um Bispo, que conhece de perto a Renovação, elas assumem um peso muito grande, e nos fazem pensar muito.
Também o padre Zézinho, José Fernandes de Oliveira, que há tantos anos acompanha os jovens, num artigo publicado na revista “O Mensageiro de Santo Antonio” (setembro de 1995, pag. 30), disse, sobre a Renovação Carismática:
“Já fui crítico até severo da Renovação Carismática Católica (RCC), até onde alcançava a minha palavra. Não sou mais. Vi o suficiente para saber o que é joio e o que é trigo. A  RCC é um imenso campo de trigo, de boa qualidade, com algumas ilhas de joio no meio…”
“O que me faz ajudar a admirar a RCC, quando seus membros me chamam mesmo não fazendo parte, são três aspectos de sua pedagogia: oração, gregarismo e sentido de missão…”. Gregarismo é vida comunitária, onde existe a oração, a fração do pão, a doutrina dos Apóstolos.
A RCC enche os estádios com milhares de pessoas para louvar e bendizer a Deus, ouvir a sua Santa Palavra e meditar. Dela surgiram mais de quinhentas comunidades de vida e de aliança no Brasil, fontes vivas de fé e de evangelização no país e no exterior. Eu sou testemunha de tudo isso. Já são mais de vinte mil grupos de oração em todo Brasil, só em SP são mais de quatro mil. Deus seja louvado, pois está renovando a face da terra e do Brasil.
Prof. Felipe Aquino
*Autoriza-se a publicação desde que cite a fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário